A Ginecomastia se caracteriza pelo desenvolvimento excessivo no tecido da região mamária masculina, que pode apresentar diferentes graus. Esse distúrbio pode ser observado entre 40% a 60% da população masculina.

O tratamento é feito com lipoaspiração e/ou ressecando o tecido glandular através de uma incisão em torno da aréola. O resultado é permanente e produz um efeito de mamas aplanadas e firmes, além de um contorno torácico masculino.