Conheça o Silhouette Soft – lifting não cirúrgico com fios reabsorvívieis

Você já se olhou no espelho e teve vontade de dar aquela “levantadinha” na pele lateral do rosto ou do pescoço? Sabe aquela “puxadinha” para cima que melhoraria demais sem ter que fazer uma cirurgia plástica? O Fio Silhouette é exatamente isso.

Dr. Sérgio Eduardo de Menezes e Souza, médico cirurgião plástico, explica que o fio é ligado a alguns cones que aderem à pele. “Depois de passado, puxamos delicadamente suas extremidades, tracionando a pele para cima, causando o efeito lifting imediato na área tratada. Ele consegue subir cerca de 1 cm de pele de cada lado, por isso, está indicado a partir dos 30 anos para os casos leves e intermediários de flacidez, quando ainda não se tem necessidade de uma cirurgia plástica”, esclarece. A quantidade de fios varia, “sendo geralmente 2 a 3 de cada lado que estamos tratando”, define.

Dr. Vitor Eduardo de Menezes e Souza, médico cirurgião plástico, completa a explicação – “O procedimento dura menos de 1 hora e é feito com anestesia local, sendo praticamente indolor. “Pode haver, nos dias seguintes, um pouco de inchaço, dolorimento local e aparecimento de roxinhos, afinal, ele é passado com agulha cirúrgica embaixo da pele. Mas esses incômodos são leves na maioria das vezes”, explica.

No pós-operatório, é necessário dormir de barriga para a cima e com uma “queixeira” por 10 dias, prazo necessário para que os cones se prendam firmemente à pele. Nesse período, também não é possível realizar atividade física de impacto (como corrida ou luta corporal), pois a área tratada precisa ser protegida.

A composição do Silhouette é acido polilático, uma sustância que o organismo degrada progressivamente em até 2 anos, ou seja, ele não é um fio definitivo. Além da tração, ele também age por causa do grande estímulo para produção de colágeno.

Antes de escolher qualquer procedimento, procure um cirurgião plástico para avaliar o mais indicado para você. O melhor resultado é alcançado com uma avaliação completa e realista. E lembre-se: se você for submeter a alguma cirurgia plástica, é muito importante procurar médicos cirurgiões plásticos que sejam especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Muito além de pesquisar custos, é importante pesquisar também o tempo de profissão do médico nesta área e as instalações da clínica e das salas de procedimento.

Deixe uma resposta