Gordura acumulada: o que fazer quando dieta e exercícios não são suficientes para resolver o problema

*Matéria publicada pela SBCP-SC: http://sbcp-sc.org.br/artigos/gordura-acumulada-o-que-fazer-quando-dieta-e-exercicios-nao-sao-suficientes-para-resolver-o-problema/

Um corpo definido é o sonho de muitas pessoas, mas consegui-lo, as vezes, não é nada fácil e rápido. Mesmo quando se começa-se uma reeducação alimentar ou uma rotina de exercícios físicos, a gordura acumulada, normalmente, é a última a sumir.

A explicação é simples, embora a solução seja demorada e requeira paciência. A região abdominal, por exemplo, além da gordura externa, que fica entre a pele e o músculo, possui a gordura visceral, que é a que se acumula no fígado, pâncreas e intestino. Esta sai com mais dificuldade porque é uma gordura forte, enraizada, que não está associada à musculatura.

Além disso, no abdômen existe maior quantidade de células gordurosas, pois é a região do corpo que tem o tecido adiposo mais grosso. Mas, para que ele se acumule e forme um excesso, não são necessárias apenas má alimentação e falta de exercício. O fator genético também conta.

Existem dois formatos de corpo: o chamado pêra, no qual a gordura se acumula no quadril e nos glúteos, e o maçã, no qual a gordura fica concentrada no abdômen. Portanto, quem tem o segundo tipo, tem mais chance de ter gordura acumulada.

Como eliminar a gordura acumulada no corpo

Os médicos são unânimes em dizer que não há método mais eficaz para perder gordura acumulada do que alimentação saudável, combinada com exercícios físicos. Só que não basta fazê-los até o ponto em que se alcança o peso desejado. É preciso ter paciência e continuar um pouco mais, já que a gordura acumulada vai ser a última que o corpo irá eliminar.

Entretanto, quando a dieta e os exercícios físicos não eliminam a gordura acumulada, é preciso recorrer, em determinados casos, para as cirurgias plásticas.

Cirurgias plásticas que ajudam a eliminar gordura acumulada

Uma forma rápida de eliminar a gordura acumulada que não desaparece com dieta e exercícios é cirurgia plástica. Só que a única gordura que sai com os procedimentos cirúrgicos é a externa. Portanto, é preciso lembrar que a gordura que está acumulada nos órgãos é perdida apenas com alimentação balanceada.

Na lipoaspiração, por exemplo, as células de gordura são eliminadas definitivamente e, por isso, a gordura que foi retirada da barriga não volta. O paciente pode engordar novamente, mas será menos do que antes. Contudo, é imprescindível ressaltar que a lipoaspiração não ajuda a emagrecer, somente elimina a gordura em excesso.

Lipoaspiração

lipoaspiração é uma forma de eliminar a gordura acumulada. O procedimento pode ser realizado em várias zonas do corpo:

  • queixo;
  • braços;
  • flancos;
  • barriga;
  • costas;
  • cintura e coxas (glúteos e outras áreas das pernas).

Na zona ou zonas onde pretende-se fazer a lipoaspiração, é introduzida uma bomba de sucção de vácuo, através de incisões feitas em pontos estratégicos. Essa bomba é ligada a uma cânula, um instrumento onde a gordura sugada fica depositada.

Depois, as incisões são suturadas e desinfectadas durante o tempo de recuperação. Normalmente, o paciente é obrigado a usar uma cinta cirúrgica, durante cerca de quatro semanas após a operação, para definir a nova forma da zona onde foi feita a cirurgia. É, ainda, aconselhado que não sejam retirados mais de cinco litros de gordura por cirurgia.

Abdominoplastia

A abdominoplastia é uma cirurgia plástica realizada para retirar o excesso de pele e gordura acumulada. Além disso, proporciona a recuperação da firmeza dos músculos da região abdominal, resultando em uma barriga mais lisa e tonificada. Esse procedimento também consegue remover as estrias localizadas na região, com a remoção de pele.

Em geral, a abdominoplastia é realizada por mulheres que tiveram múltiplas gestações, pessoas que, geneticamente, possuem acúmulo de gordura na região da barriga ou quem teve perda substancial de peso. O que esses pacientes têm em comum é o desenvolvimento de flacidez da pele, depósitos de gordura e estrias na região da barriga. Além de todas estas condições, a principal indicação desta cirurgia é para aquelas pessoas que apresentam diástase dos músculos abdominais.

Se você for submeter a alguma cirurgia plástica, é muito importante procurar médicos cirurgiões plásticos que sejam especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Muito além de pesquisar custos, é importante pesquisar também o tempo de profissão do médico nesta área e as instalações da clínica e das salas de procedimento.

Deixe uma resposta