O que você precisa saber na hora de escolher o tipo de cirurgia plástica

Alguns pacientes perdem peso muito rápido e o excesso de pele é tanto que começa a causar problemas.

Matéria publicada pelo Bem Estar – Edição de quinta-feira, 03/05/2018

O Brasil está entre os campeões da cirurgia plástica. Muitas pessoas procuram a cirurgia por estética, mas tem gente que precisa. Quando a cirurgia é necessária? E o que você precisa saber antes de fazer algum procedimento? O Bem Estar tirou as dúvidas com o cirurgião plástico Paulo Muller e com o cirurgião bariátrico Luiz Vicente Berti.

Alguns pacientes perdem peso muito rápido e o excesso de pele é tanto que começa a causar problemas. Nesses casos extremos, alguns médicos indicam a plástica para retirada do excesso. Também existe a postura – quando pacientes emagrecem muito, sentem a mudança no equilíbrio do corpo, o que pode acarretar problemas.

A cirurgia plástica não é realizada com o objetivo de emagrecer. O paciente precisa perder peso antes de ser encaminhado para a cirurgia. Ela é reparadora e pode ter um reflexo no comportamento do paciente, que sofre por causa do excesso de pele, pela falta de vida social, e pelo preconceito.

Veja a diferença entre lipo, miniabdominoplastia e abdominoplastia:

Lipoaspiração: é um procedimento indicado para pessoas mais jovens, que não tiveram filhos, que tem dificuldade para eliminar a barriga, mesmo com exercícios. Não é indicado para pessoas com excesso de flacidez. Recuperação dura, em média, 10 dias.

Miniabdominoplastia: é uma cirurgia intermediária. Pode ser indicada para mulheres que tiveram filhos, que sofreram um afastamento pequeno dos músculos, ou que possuem muita flacidez. Em quase todas as situações, a lipoaspiração é realizada junto como complemento. Recuperação dura, em média, 15 dias.

Abdominoplastia: é indicada para casos mais complexos com muita flacidez, onde a barriga fica caída sobre o púbis. A pele é esticada e a cicatriz fica escondida na parte próxima a virilha. Recuperação demora, em média, um mês (ou mais).

Abdominoplastia em âncora: indicada para quem perdeu muito peso – a pele ficou extremamente flácida e ocorreu uma diástase. É a cirurgia mais comum realizada em ex-obesos. Recuperação demora, em média, um mês (ou mais).

Disponibilizada pelo G1, São Paulo: https://g1.globo.com/bemestar/noticia/o-que-voce-precisa-saber-na-hora-de-escolher-o-tipo-de-cirurgia-plastica.ghtml

Centro de Cirurgia Plástica Geminus

Se você for submeter a alguma cirurgia plástica, é muito importante procurar médicos cirurgiões plásticos que sejam especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Muito além de pesquisar custos, é importante pesquisar também o tempo de profissão do médico nesta área e as instalações da clínica e das salas de procedimento.

Deixe uma resposta