Cirurgia Plástica Reparadora – muito além da estética

Procedimentos de reparação, feitos para reconstruir o corpo e a autoestima, cresceram nos últimos anos

Ainda hoje, quando se menciona a expressão “cirurgia plástica”, pensamos logo em estética. E é isso o que ela faz mesmo, entretanto, a intenção de quem procura por uma intervenção nem sempre é para tornar uma parte do corpo mais bonita ou harmônica, mas sim fazer correções reparadoras e reconstrutivas.

De acordo com o médico cirurgião plastico, Dr. Sérgio Eduardo de Menezes e Souza, estas cirurgias são, geralmente, para reconstruir ou reparar regiões do corpo afetada pelo câncer de pele, reconstruções de mamas, vítimas de queimaduras ou tratamento de cicatrizes patológicas (queloides e cicatrizes), reconstruções após acidentes, etc.

“Também vem crescendo o número de pessoas que procuram as plásticas reparadoras por terem se submetido à cirurgia bariátrica – e, posteriormente, evoluíram para uma condição em que a flacidez e a sobra de tecidos decorrentes da perda de peso causaram algum grau de prejuízo à imagem ou às atividades de rotina”, explica Dr. Sérgio.

Com a realização da operação, muitos pacientes passam a ter uma grande melhora na saúde. Os cirurgiões plásticos membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica estão capacitados para a execução da maioria dos procedimentos reparadores,  “mas é claro que não existe mágica nisso. Cabe ao cirurgião orientar o paciente detalhada e claramente que toda cirurgia tem limitações – e, muitas vezes, acontece uma troca de uma alteração maior por um sinal ou cicatriz mais disfarçado”, explica o cirurgião plástico.

O que muitos pacientes buscam, no fim, é se sentirem bem novamente – e a cirurgia reparadora pode não significar vida plenamente normal, mas uma vida nova e um caminho para se sentirem recuperados após situações tão extremas.

Se você for submeter a alguma cirurgia plástica, é muito importante procurar médicos cirurgiões plásticos que sejam especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Muito além de pesquisar custos, é importante pesquisar também o tempo de profissão do médico nesta área e as instalações da clínica e das salas de procedimento.

Deixe uma resposta